Compartilhe esta página

Educação

James Luiz Venturi


Profissão:
Diretor de Faculdade
E-mail:
james.venturi@unilas.com.br
Site:
www.unilas.com.br

Coluna Demanda por Cursos Técnicos

Atualmente apenas 6,6% dos jovens procura um curso técnico no Brasil. E ainda hoje em dia 5,5 milhões de pessoas entre 18 e 25 anos não trabalham nem estudam. “Há uma desproporção muito grande entre o número de alunos matriculados no ensino regular em relação aos que cursam ensino técnico e profissional, embora tenha havido um crescimento significativo nas matrículas do ensino profissional nos últimos anos.

Há 6,3 milhões de alunos matriculados no ensino superior, 8,4 milhões no ensino médio regular e apenas 1,2 milhão no ensino profissional”.

Buscar o curso técnico tem diversas vantagens em relação ao curso universitário, cuja formação é mais longa (entre quatro e cinco anos), ao passo que a formação profissional capacita o jovem para atender uma demanda imediata em determinada área de trabalho. Atualmente existem 2,5 milhões de alunos matriculados nos cursos profissionalizantes e outros 7,2 milhões nas universidades. Em países desenvolvidos o número de jovens que buscam o ensino técnico chega a 55%, como no Japão e 52% na Alemanha. “As nações desenvolvidas entendem que a educação tem um papel decisivo no crescimento econômico, e não por acaso os índices educacionais pesam cada vez mais na avaliação do grau de desenvolvimento destes países”. Muitas profissões técnicas hoje oferecem salários mais elevados que os do ensino superior(G1.globo.com). Cursos técnicos tem uma característica muito peculiar, preparam para ocupar postos de trabalho de maneira direta e objetiva, ou seja, sem delongas, o aluno ao se formar sabe exatamente qual seu papel e sua área de atuação. Por muitos anos, os brasileiros prestigiaram apenas das graduações, no caso, os bacharelados, e agora o país defronta-se com dificuldades em compor seu quadro profissional, pois muitos são graduados, mas poucos foram preparados para executar tarefas e resolver problemas específicos. Percebemos um mercado mais favorável a este profissional. Então, vamos lá, quem sabe não está na hora de fazer um Curso Técnico.

Postado em: 14/02/2013
Portal Itapema - Todos os direitos reservados © 2017 - Itapema - Santa Catarina - Brasil
O Portal Itapema não se responsabiliza pelos conceitos publicados nos artigos assinados, bem como pelas informações desencontradas ou desatualizadas que possam vir a lhe trazer qualquer transtorno ou ônus.
 
Página gerada em 0.016375 segundos