Ano-Novo é a comemoração de um novo ano que se inicia, e é celebrado na passagem de 31 de dezembro para o 1º de janeiro.

Também chamado de Réveillon, termo em francês que significa “despertar”.

Origem do Ano-Novo

Entre 753 a.C. e 476 d.C o início do ano civil acontecia no dia 1º de março. Para persas e fenícios, entre outros povos, a data ainda era outra, 23 de setembro.

A comemoração de Ano-Novo com a data que conhecemos hoje tem sua origem em 46 a.C, quando o governador romano Júlio César criou um decreto para que o dia 1º de janeiro fosse o Dia do Ano-Novo.

Tradições

Existem diversas tradições típicas para a festa de comemoração do Ano-Novo, e cada país geralmente possui a sua. No Brasil, por exemplo, é costume usar roupas brancas, pular 7 ondas do mar, assistir os shows de fogo de artifícios, comer uvas e etc.

A chegada de um novo ano é celebrada com a promessa de renovação dos votos de esperança, alegria, amor e fraternidade. Nessa época, as pessoas fazem promessas para o ano que se inicia, e refletem sobre a vida que tiveram no ano que acaba.

Cada cidade costuma concentrar a sua população num tradicional ponto turístico ou local de bastante significância para celebrar esta data.

No Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo são dois locais muito procurados para as comemorações de Ano-Novo, onde a atração principal são os fogos-de-artifício em Copacabana, no Rio, e na Avenida Paulista, em São Paulo.

Dia da Confraternização Universal

É também no dia de Ano-Novo que se celebra o Dia da Confraternização Universal, conforme reconhecido pela ONU – Organização das Nações Unidas.

Ainda se comemora o Dia Mundial da Paz, desde 1968, quando o Papa Paulo VI instituiu uma data para celebrar a paz entre os povos.

Fonte: Calendarr – https://www.calendarr.com